Extensão

Apesar do Ensino ser atividade fim em uma Instituição de Ensino Superior, não se pode desconhecer os anseios e as perspectivas da sociedade como usuária desse serviço. A necessidade, portanto, de um bom relacionamento entre a instituição e o seu ambiente induz a um repensar sistemático dos seus cursos, programas e projetos, visando manter a qualidade dos seus serviços por maio da extensão.

Com essa compreensão a extensão é entendida na UNI7 como um processo educativo cultural e científico que articula ensino e extensão viabilizando os projetos pedagógicos dos cursos da faculdade junto à sociedade. Com essa visão, a extensão na Instituição é compreendida enquanto estratégia para promover e articular as diferentes áreas do conhecimento com os diversos segmentos da sociedade, levando em consideração a realidade social, numa perspectiva transformadora.

Em síntese a extensão é entendida enquanto serviços que a UNI7 presta à sociedade gerando alternativas de ação que atendam às reais expectativas e problemáticas da população e, ainda, ser considerada um espaço fértil para o exercício e conquista da emancipação, tanto da comunidade acadêmica quanto da sociedade.

As diretrizes que norteiam as políticas de extensão da UNI7 são:

  • Desenvolver a extensão em todos os cursos como um dos instrumentos de formação profissional.
  • Entender os projetos de extensão como um conjunto de atividades de caráter educativo, cultural ou científico.
  • Estabelecer o fluxo bidirecional entre o conhecimento acadêmico e o popular, na busca de produção de conhecimento.
  • Contribuir para alterações nas concepções e práticas curriculares.

COORDENAÇÃO

Luciano Comin Nunes

Mestre em Informática

+55 85 4006-7615


Luciano Comin Nunes é profissional com experiência nas áreas de Educação, Tecnologia da Informação, Recursos Humanos, Contábil-Financeira e Planos de Saúde.

Cursa, no momento, Doutorado em Informática Aplicada na Universidade de Fortaleza, onde, também, concluiu Mestrado em Informática. É Especialista em Ciências da Computação pela Universidade Federal do Ceará, onde, também, graduou-se em Ciências Econômicas.
Exerce, desde 2009, atividade de docência na UNI7 – Centro Universitário 7 de Setembro (uni7setembro.edu.br), onde ministra disciplinas das áreas de Administração, Economia e Tecnologia da Informação (TI).

Foi Secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (www.tjce.jus.br) no biênio 2015/2016.

Trabalhou por trinta e oito anos no Banco do Nordeste do Brasil S.A (BNB) (www.bnb.gov.br) (de 1976 a 2014), de onde se aposentou em posto equivalente ao de Superintendente do banco, tendo ainda acumulado experiência nas áreas Contábil-Financeira, Creditícia, Recursos Humanos e Tecnologia da Informação. Destes trinta e oito anos de BNB, foi cedido à empresa coligada ao banco, por três anos (2010 a 2013), para ocupar o cargo de Diretor Estatutário do Grupo Camed (www.camed.com.br), onde respondeu pela Diretoria de Promoção e Assistência à Saúde e Área de TI.

Foi, por dois anos, membro titular do Conselho Deliberativo da "União Nacional das Instituições de Autogestão em Saúde - UNIDAS" (www.unidas.org.br).

Participou ativamente das seguintes comissões permanentes do BNB: Comissão de Ética e Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, dentre outras. Foi membro representante do BNB no Comitê de Implementação de Software Livre nas Instituições Públicas Federais do Brasil, órgão ligado ao Ministério do Planejamento.